Estadão também investe para manter o jogo na ilegalidade


23/05/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Além do O Globo, O Estado de São Paulo, que sempre se coloca na vanguarda do atraso e do conservadorismo, também investiu nesta segunda-feira (23) contra a legalização dos jogos pelo Congresso Nacional, através do editorial sob o título ‘Ideia errada na hora errada’ (veja em Opinião).

Os argumentos falaciosos para manter os jogos na ilegalidade são praticamente os mesmos usados pelo O Globo e os dos representantes do Ministério Público: lavagem de dinheiro, ausência de controle e patologia. O jornal paulista, que também tem linha editorial contrária ao processo, já veiculou dois editoriais neste ano contra a legalização e a favor da clandestinidade, sendo que o primeiro foi no dia 8 de abril sob o título ‘O jogo de quem já perdeu’.  Além disso, o Estadão também veiculou dois artigos da ‘Turma da Jogatina’: um do José Serra e outro do deputado Ricardo Tripoli.

Futebol Interior

Com menor repercussão, o jornalista Dalmo Pessoa veicula no site Futebol Interior o artigo ‘O jogo é um câncer e o Cassino Brasil vem aí!’ (veja em Opinião),  em que usa os argumentos do artigo do Ricardo Tripoli, que por sua vez, plagiou os argumentos do senador José Serra.

WhatsApp chat