Paulo Bauer defende legalização de jogos de azar para ampliar arrecadação


15/07/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O senador Paulo Bauer (PSDB-SC) disse ser contrário à criação de impostos para fazer o ajuste fiscal. No lugar disso, ele sugeriu a legalização dos jogos de azar.

Para ele, não é correta a vinculação dessa medida à criminalidade, ao apontar a Suíça, a Bélgica e os Estados Unidos como exemplos de países que já exploram essa atividade.

Paulo Bauer afirmou que é fácil impedir que a criminalidade esteja associada ao jogo. Basta definir os locais e como explorar a atividade, bem como obrigar que o pagamento e as apostas sejam feitos por meio de cheque nominal ou por cartão de crédito ou de débito.

— E nesse caso não tem dinheiro sujo correndo, porque o dinheiro fica marcado. E se nós tivermos condição de cobrar 30%, 40% de imposto de quem tem dinheiro para jogar, que bom, pois vamos ter dinheiro para a saúde, porque tem muita gente na fila esperando por cirurgia, por atendimento, quando não, por uma simples consulta médica. Nós precisamos fazer coisas que levem o Brasil para a frente. Mas uma coisa é certa: não podemos criar novos impostos. (Agência Senado)

WhatsApp chat