Rodrigo Maia afina discurso sobre legalização dos jogos


21/07/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A entrevista do presidente da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ao G1, que pretende votar ainda neste ano a proposta de legalização dos jogos, mostra que o parlamentar carioca afinou o discurso com o presidente da Comissão Especial do Marco Regulatório dos Jogos na Câmara, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA). O deputado defendeu o projeto de lei que está sendo elaborado na Câmara.

Nas primeiras entrevistas, Maia informava que existiam 8 mil máquinas de caça-níqueis em operação no país, mas nesta entrevista para o G1 (a segunda deste link com duração de 2m22s) já corrige a quantidade para 1 milhão de máquinas, com faturamento diário de R$ 50,00 por dia. Além disso, o presidente da Câmara já usa a expressão marco regulatório dos jogos e cita vários conceitos do relatório do deputado Guilherme Mussi, inclusive sobre a criação da agência reguladora e controle online.

“Para o Brasil, olhando a vida como ela é e a verdade dos fatos, seria muito melhor esta coisa [jogos de azar] organizada, com marco regulatório forte, uma agencia reguladora com a Receita e a Polícia Federal online dentro destes cassinos e uma punição com a legislação federal e não ficar na contravenção, que é tudo que eles querem”, defendeu Rodrigo Maia.     

Registro: ‘Dona Santinha do Século XXI’

A entrevista do Rodrigo Maia ao G1, Portal de Notícias da Rede Globo, comprova como os jogos de azar exercem um fascínio nos editores das mídias da Família Marinho.
Mesmo o presidente da Câmara do Deputados tendo abordado temas polêmicos como processo de cassação de Cunha, processo de impeachment de Temer, DEM no governo, reforma política, ‘Parlashopping’, maioridade penal, pautas prioritárias, reforma trabalhista, mandato como presidente e corrupção, o destaque da reportagem foi para a legalização dos jogos de azar.

WhatsApp chat
-->