“Legalização dos jogos de azar pode ser favorável”, diz Franzé


18/08/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O secretário de Administração e Previdência do Piauí (SeadPrev), Franzé Silva, afirmou ao GP1 que a legalização dos jogos de azar no Brasil seria uma possibilidade favorável, desde que tivesse o envolvimento de todos os atores importantes e pudesse trazer vantagens para o país.

O projeto de lei nº 186-2014 que tramita no Congresso é do senador Ciro Nogueira (PP-PI) e propõe a autorização de todas as modalidades desses jogos em território nacional, como: jogo do bicho, bingo, cassino, jogos eletrônicos, apostas esportivas e videoloteria.

Para Franzé, é necessária uma ampla discussão sobre o assunto. “Acredito que tenha que haver um amplo debate sobre isso, pois não imagino de forma nenhuma uma regulamentação de jogos no Brasil partindo da raiz com que hoje funciona. Precisamos saber como vai ser regulamentado o modelo que existe atualmente, para então ser aprimorado e colocar dentro da cultura do Brasil”, pontuou.

O secretário também destaca que para ser favorável à economia brasileira, seria necessária uma regulamentação nacional. “Nós temos hoje uma situação em que os jogos funcionam, de forma ilegal, porque não existe uma regulamentação nacional, mas se esses recursos forem bem regulamentados com a participação de toda a sociedade civil organizada, principalmente com o Poder Judiciário e o Ministério Público acompanhando, a gente poderia criar uma estrutura nova dentro desses sistemas de jogos na qual poderia trazer receitas para o país”, frisou. (GP1 – Andreia Soares)

WhatsApp chat