Veja veicula artigo contrário a legalização do economista Ricardo Gazel


22/08/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A revista Veja desta semana veicula um artigo do economista Ricardo Gazel contrário a legalização dos jogos no Brasil. Sob o título ‘Puríssimo ouro de tolo’ o economista sentencia que “a legalização dos jogos de azar não criará empregos nem aumentará a renda do país. O crime aumentará, famílias serão destruídas e o custo social será imenso para o Brasil”.

Ricardo Gazel é o economista citado em todas as manifestações contrárias do senador e atual ministro José Serra e os parlamentares que formam seu grupo político: deputado Ricardo Tripoli e o suplente do senador José Aníbal.

Para produção do artigo, o economista foi alimentado com informações sobre o mercado de jogos do Brasil, mas comete vários equívocos e erros ao creditar dados e números a pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, enquanto estes dados foram produzidos pelo estudo do Boletim de Notícias Lotéricas em parceria com o Instituto Jogo Legal.

Como o artigo tem muitas informações sobre o mercado norte-americano, estamos pesquisando para saber a veracidade e a real consequência destes dados nos mercados citados pelo economista. Voltaremos ao assunto.   

Mesma tática

As manifestações contrárias a legalização seguem a mesma tática implementada pelo senador José Serra em outras oportunidades. Veicular na mídia o maior número possível de informações contrárias a legalização do jogo na semana que antecede a votação do projeto de lei para constranger senadores e deputados a se posicionar contrários.

A única certeza que temos é que o artigo do economista Ricardo Gazel tem as digitais do senador do PSDB.

Movimento Brasil sem Azar

Uma das indicações da presença do DNA do grupo do senador José Serra, é uma fotografia no Facebook do ‘Movimento Brasil sem Azar’. A foto com a bandeira de São Paulo ao fundo, foi produzida no gabinete de um senador paulista. Na imagem, a legenda informa que “o grupo Brasil sem Azar convidou o economista Ricardo Gazel para atuar na frente contra a legalização dos jogos de azar. #BrasilsemAzar”.

Só lembrando que o ‘Movimento Brasil sem Azar’ é formado por funcionários nomeados do gabinete do senador Magno Malta (PR-ES).

Além disso, o fato do economista estar alinhado com estas pessoas desqualifica  suas informações sobre a legalização dos jogos no Brasil.

WhatsApp chat