Relatório favorece cassinos, operadores internacionais e restringe arrecadação e não gera os empregos prometidos


11/09/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O novo relatório com substitutivo apresentado pelo senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) ao PLS 186/14 na Comissão Especial de Desenvolvimento Nacional – CEDN será um total desastre para os empresários brasileiros, pois as regras estabelecidas na proposta beneficiam integralmente os operadores internacionais e, principalmente os cassinos devido a limitação e o sistema de tributação definido pelo relator. 

O fato do critério de julgamento da licitação ser o maior valor oferecido, vai favorecer os operadores internacionais, que estão capitalizados e terão chances maiores de vencer estes certames. Ou seja, a realização de licitação para a escolha dos operadores de cassinos, bingos, apostas esportivas e jogo online afastará os empresários brasileiros destas modalidades.

O novo texto também engessa os investimentos, provoca a cartelização do jogo no país, não garante a arrecadação esperada, além de não gerar os empregos prometidos com a legalização dos jogos. Pela proposta inicial, somente os bingos poderiam gerar 136 mil novos empregos diretos e pela nova proposta do senador Fernando Bezerra Coelho serão apenas 34,8 mil postos.

O Instituto Jogo Legal – IJL estima que com a restrição aos bingos e a não legalização das máquinas de videojogos (caça-níqueis), o governo terá uma perda de arrecadação anual de mais de R$ 8 bilhões.

WhatsApp chat