Bingos para os Estados e Distrito Federal


15/09/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O senador Paulo Bauer apresentou uma emenda ao PLS 186/2014, transferindo para os Estados e Distrito Federal a operação de bingos e vídeo-bingos com autorização através de credenciamento (sem licitação, bastando cumprir os requisitos da lei).
O BNL acredita que esta proposta seria oportuna e, para comprovar a sua viabilidade, listamos quatro vantagens em estadualizar as operações de bingos, vejamos:
– A União seria responsável pela operação dos cassinos, apostas esportivas e jogos online, que representaria 60% da arrecadação com a legalização dos jogos de azar no País.
– Os Estados e o Distrito Federal necessitam dos recursos advindos destas atividades, que poderiam representar um aporte financeiro aos combalidos cofres dos Estados.
– A proximidade das casas facilitaria a fiscalização e o controle destas modalidades. Além disso, vários estados já tiveram legislação especificas sobre bingos no passado e teriam expertise para operar este setor.
– Outra vantagem mercadológica seria que esta atividade também fosse explorada através de credenciamento (sem licitação, bastando cumprir os requisitos da lei), pois garantiria uma reserva para os empresários brasileiros.

WhatsApp chat
-->