“Las Vegas é Vaticano o resto é paróquia”


02/10/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Assim o polêmico empresário Ciro Batelli define a ‘Sin City’ ou ‘Cidade do Pecado’, como é carinhosamente conhecida pelos norte-americanos.

O empresário brasileiro recebeu nesta quarta-feira (28), em Las Vegas, uma homenagem de um grupo de amigos brasileiros, que estão na cidade participando da Global Gaming Expo, pelos seus 45 anos de luta pela legalização dos jogos no Brasil.

Durante o encontro muitas histórias foram lembradas e comemoradas pelo ‘menino celebridade’ de Ribeirão Preto, que virou o vice-presidente da gigantesca Caesars World International Corp na capital mundial do jogo. Além disso, o brasileiro também foi diretor de projetos especiais na empresa Programa Amaury Jr. da Rede TV, produtor do Domingão do Faustão na Rede Globo, cronista e colunista de sites e jornais, dono do restaurante Batelli’s, entre outras atividades.

Batelli, que é bastante conhecido por um grande círculo de amigos que visitaram Las Vegas nas últimas quatro décadas, foi o precursor da legalização, quando fundou nos anos 70 o Comitê Pro-Legalização dos Cassinos no Brasil.

Perguntado sobre o processo de liberação dos jogos no Brasil em tramitação no Congresso Nacional, Batelli comentou que “apesar do atraso histórico está sendo conduzido com muita dignidade”. 

Nem sempre o que se faz em Las Vegas, fica em Vegas.

WhatsApp chat