Funcionários da Crown Resorts retidos para interrogatório na China


18/10/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Pelo menos 18 funcionários da empresa de jogo australiana Crown Resorts, com cassinos em Macau, foram retidos na China, informa a imprensa da Austrália.

A empresa de James Packer disse que um grupo de funcionários estava sendo interrogado, estando o departamento de assuntos estrangeiros tentando apurar se há envolvimento de australianos.

O jornal Australian Financial Review noticiou que pelo menos 18 pessoas estavam retidas, incluindo três australianos que fazem parte da equipe de vendas e marketing na China.

“A Crown acredita que alguns dos seus funcionários na China estão sendo questionados pelas autoridades locais. Neste momento não temos mais pormenores”, disse a empresa ao jornal.

O Governo australiano disse estar ciente da situação e que “responsáveis consulares estão tentando confirmar estas informações com as autoridades chinesas”.

Não se conhecem quaisquer acusações a estes funcionários ou o motivo por que estão sendo interrogados.

A Crown opera cassinos em todo o mundo, incluindo em Macau, onde as receitas do jogo estiveram mais de dois anos em queda, impulsionadas, pelo menos em parte, por uma campanha anticorrupção que afastou da cidade muitos grandes apostadores. As receitas voltaram, entretanto, a subir. (Notícia ao Minuto – com Reuters – Macau)

WhatsApp chat