Diálogo Brasil debate projetos do Congresso para reabrir cassinos


22/10/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O Diálogo Brasil desta terça-feira (18/10) põe frente a frente representantes de movimentos que trabalham a favor e contra a legalização dos jogos de azar no Brasil. No programa, Magno José Santos de Souza, presidente do Instituto Brasileiro Jogo Legal (IJL), e Paulo Fernando Melo, coordenador do Brasil sem Azar, divergem frontalmente sobre a liberação de cassinos, bingos, jogos do bicho e videojogos, prevista em projetos que estão em tramitação no Senado e na Câmara dos Deputados.

Para Magno José, é “complexo de vira-lata” achar que o Estado brasileiro não terá condições de controlar a atividade, o que, segundo ele, é feito com sucesso por vários países. Ele também sustenta ser “lenda urbana” o uso do  jogo para lavar dinheiro. Um dos principais argumentos do presidente do IJL é que o jogo sempre existirá, cabendo à nação decidir se prefere tê-lo de forma legalizada ou na clandestinidade.

Paulo Fernando entende a iniciativa a favor da legalização dos jogos de azar, banidos do país pelo presidente Eurico Gaspar Dutra, 70 anos atrás, como uma tentativa dos partidos políticos de buscar nova forma de financiar as campanhas, depois que as empresas foram proibidas de participar. Ele lembra dois grandes escândalos nacionais para sustentar a tese do vínculo do jogo com a lavagem de dinheiro: a CPI dos Anões do Orçamento e a CPI do Carlinhos Cachoeira.

A CPI dos Anões apurou fraudes no Orçamento da União, entre os anos de 1980 e 1990. Na época, o então deputado João Alves, do PFL da Bahia, tentou justificar sua fortuna alegando ter ganho mais de 50 vezes na loteria apenas em 1993. Já o empresário Carlinhos Cachoeira, que explorava o jogo ilegal em Goiás, foi preso, em 2012, depois de descoberta uma fortuna mantida por ele em nome de parentes e laranjas.

Apresentado pelo jornalista da TV Brasil Oussama El Ghaouri, o programa também conta com depoimentos do procurador da República Peterson de Paula Pereira, do doutor em economia Ricardo Gazel, da psicóloga Suelly Sales Guimarães, do diretor Jurídico da Confederação Brasileira de Texas Hold’em, Rogers Garcia, dos senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Ciro Nogueira (PP-PI) – autor do Projeto de Lei 186, que pode ser votado por comissão do Senado nesta quarta-feira – e de populares. (TV Brasil)

WhatsApp chat
-->