Lava Jato investiga se mansão em Punta Del Este pertence a Lula


01/11/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Procuradores do Ministério Público Federal (MPF), integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato, apuram se uma mansão em Punta Del Este, no Uruguai, pertence ao ex-presidente Lula.

Segundo a revista Istoé, a investigação foi iniciada em agosto. O esquema seria semelhante ao adotado pelo petista para as outras propriedades utilizadas por ele no Brasil – o tríplex no Guarujá, o sítio em Atibaia e uma cobertura em São Bernardo do Campo. Os imóveis ficam registrados em nome de empresários amigos. Essa prática se repetiria no Uruguai, como revela a Istoé.

Neste caso, a mansão pertenceria a uma offshore ligada ao empresário Alexandre Grendene Bertelle, um dos donos da indústria de calçados Grendene e que, no Uruguai, é proprietário de um sem-número de casarões, entre eles, o imóvel suspeito de ter ligações com Lula – e sócio de empreendimentos bem-sucedidos como o Hotel e Cassino Conrad.

70% da ocupação e 50% do faturamento do Conrad

O Brasil é o maior exportador de jogadores do mundo. Além de Las Vegas, os brasileiros apostam nos cassinos da América do Sul, principalmente no Uruguai, Argentina e Paraguai. Agentes credenciados destes cassinos levam jogadores brasileiros para se hospedarem nos hotéis-cassinos destes países. Atualmente, os brasileiros representam 70% da ocupação e 50% do faturamento do Conrad Punta del Este Resort & Casino.

WhatsApp chat
-->