Força Sindical prepara atos por direitos na Reforma Previdenciária


12/11/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A direção executiva da Força Sindical se reuniu nesta segunda-feira (8), em Brasília, para preparar o Dia Nacional de Luta pelos Direitos, que será realizado no próximo dia 25. Nessa data serão realizadas manifestações pela manutenção dos direitos dos trabalhadores nas capitais dos Estados e em várias outras cidades do País. Também estará na pauta, hoje, o Congresso Nacional da Central, que acontecerá em junho do próximo ano.

“As manifestações são importantes para intensificar as mobilizações contra a retirada de direitos dos trabalhadores”, declara Paulo Pereira da Silva, Paulinho, presidente da Força Sindical. Já o secretário-geral da Central, João Carlos Gonçalves, Juruna, ressalta que a Força é a favor das mudanças na Previdência Social, desde que não retire direitos dos trabalhadores. “Não vamos medir esforços para estas mobilizações”, diz Juruna. Segundo ele, a intenção é explicar, com muita clareza, para a classe trabalhadora, a mudança que o governo pretende fazer: “Afinal, as mudanças vão mexer com cada um dos brasileiros”.

Entre as propostas está a legalização dos jogos

Além de mobilizar os trabalhadores estamos atuando em frentes. Ao lado das outras centrais, já enviamos ao governo um documento com várias propostas, que, se colocadas em prática, vão equilibrar as contas públicas, gerando, ainda, emprego e renda. Entre as propostas para a Previdência estão a criação do novo Refis para a cobrança de R$ 236 bilhões de dívidas ativas; a venda de imóveis inativos do INSS; a revisão das isenções para atividades filantrópicas; a tributação do agronegócio; e a destinação à Seguridade/Previdência das receitas oriundas da regulamentação dos bingos e jogos de azar.

WhatsApp chat