COB revela queda de 14% em verbas das loterias para confederações em 2017


22/12/2016 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Em anos de crise, é comum que o Governo acredite em um maior número de apostas nas loterias. No entanto, o momento recente do Brasil afastou até mesmo os apostadores das casas. Consequentemente, os recursos da Lei Agnelo/Piva – oriundos da loteria federal – sofreram considerável redução, afetando o repasse para as confederações esportivas, revela o UOL Notícias.

De acordo com números apresentados pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil) nesta terça-feira (20), a queda no repasse para as entidades esportivas em 2017 será de 14%. Os R$ 98 milhões distribuídos para Confederações em 2016 serão reduzidos a R$ 85 milhões.

“A crise também chegou nas loterias, infelizmente. Isso nos pegou. Mas estamos trabalhando para que a queda não seja tão brusca”, explicou o diretor de gestão financeira do COB, José Maria de Santucci.

Os R$ 85 milhões para as Confederações são parte da projeção de R$ 179 milhões de arrecadação do Fundo Olímpico da Lei Agnelo/Piva para 2017. Além da verba das entidades, serão R$ 41 milhões para o Fundo Esportivo e mais R$ 53 milhões para o COB – a título de verba para gestão esportiva e administrativa.

WhatsApp chat