Eike Batista teve a prisão preventiva decretada na Operação Eficiência


27/01/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Parece que a intenção de Eike Batista de investir no setor com a legalização do jogo chegou ao fim na manhã desta quinta-feira. O empresário é alvo de operação da polícia federal nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro. A investigação envolve a ocultação de US$ 100 milhões no exterior. Eike teve a prisão preventiva decretada pela Justiça, mas não estava em sua casa por volta das 6h, quando os policiais foram buscá-lo. Ele vai se entregar segundo informou sua defesa, mas, neste momento é considerado foragido. A prisão preventiva é por tempo indeterminado. O empresário também é réu em duas ações penais, acusado de ter cometido crimes de manipulação de mercado e uso de informação privilegiada (insider trading).

Comento

Se anteriormente do BNL já comentava que seria muito difícil o Eike Batista ser aprovado em um compliance para representar operadoras internacionais no Brasil em caso de legalização do jogo, a partir da prisão do empresário passa a ser praticamente impossível está possibilidade.

Além disso, a frequente vinculação do Eike a legalização dos jogos vinha mais atrapalhando do que ajudando no processo. A imagem do empresário ‘X’ no Congresso e na opinião pública é muito negativa.
Fonte: BNL

WhatsApp chat