Custos para prestar serviços provocam crise em casas lotéricas


01/04/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Lotéricos,Novidades



As lotéricas brasileiras estão em crise. O motivo são os custos para prestar serviços que vão muito além de recolher as apostas. Assista o vídeo da reportagem do Hora 1.

O proprietário de lotérica Amauri Mainardi diz que quando tem fila na porta quase sempre é para pagar conta ou sacar dinheiro. As pessoas só fazem apostas quando tem prêmio acumulado. Por isso, faz dois anos que ele fecha as contas no vermelho. Ele já teve até que demitir funcionários.

Os donos de lotéricas dizem que para funcionar como banco precisam de muito mais segurança do que precisariam se fizessem apenas jogos. Agora, isso tem um custo alto, que não está sendo coberto pelo que recebem para fazer o serviço.

Segundo a Associação dos Lotéricos do Estado de São Paulo, a tarifa média que a Caixa Econômica Federal paga pelos serviços bancários é de R$ 0,54 por operação. Pelas contas da associação, o valor deveria subir para R$ 0,88, o que seria suficiente para cobrir os custos com carro-forte, seguro contra roubo e funcionários, por exemplo.

Na quinta-feira (30), em São Paulo, os lotéricos fizeram uma manifestação na Avenida Paulista para pedir a revisão da tabela de repasse. Eles dizem que só no ano passado 500 lotéricas fecharam as portas no país. (G1 – Rede Globo – Janaína Lepri)

WhatsApp chat
-->