Ambiente político prejudicou a visita de Sheldon Adelson


16/05/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Jogos,Novidades



Definitivamente, o conturbado ambiente político que o Brasil vive neste momento prejudicou a visita do empresário norte-americano Sheldon Adelson.

Ao contrário do noticiado, o almoço oferecido pelo presidente do Las Vegas Sands para apresentar plano de investimentos do Grupo Las Vegas Sans, caso o Brasil decida legalizar os cassinos não foi no Palácio do Planalto e não contou com a presença do presidente Temer, ministros, senadores e executivos do governo.

Na verdade, o almoço foi realizado no restaurante do Lago Sul, Rubayat e contou com a presença do anfitrião do empresário no Brasil, o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (FrenTur), deputado federal Herculano Passos (PSD-SP), além do presidente da Comissão Especial do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil, deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) e do também membro do colegiado deputado Paulo Azi (DEM-BA).

Audiências

Além do almoço com Adelson e executivos do Grupo, Herculano intermediou as reuniões entre eles e os presidentes da República, Michel Temer, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Ao BNL, uma fonte comentou que na audiência com Michel Temer o presidente deixou claro que este assunto está a cargo do Congresso Nacional, mas do ‘jeito’ Temer, o presidente mostrou-se levemente favorável a iniciativa. Além do deputado Herculano Passos, a audiência no Palácio do Planalto contou com a presença do ministro do Turismo, Max Beltrão e do deputado Elmar Nascimento.

Logo após a audiência no Palácio do Planalto, o empresário Sheldon Adelson foi recebido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que manifestou simpatia pela proposta e confirmou a informação que pretende colocar o PL 442/91 em votação no Plenário da logo após a votação da Reforma da Previdência.