Embratur defende que cada estado decida sobre os jogos


28/06/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Durante o painel ‘A Marca ‘Brasil’ – Como atrair investidores internacionais para o mercado brasileiro’ realizado na manhã desta terça-feira (27), durante o segundo dia da IV Brazilian Gaming Congress (BgC).

O painel contou com a participação do presidente Joseph Levy (PMU Brasil), Edson Kikushi (Grupo Band), Robert Heller (Spectrum Gaming Capital) e Vinicius Lummertz (Embratur).

O presidente da Embratur, Vinícius Lummerrtz defendeu que cada Estado possa decidir sobre a regulamentação e operação de jogos em seu território, a partir de uma lei Federal.

O representante do ministério do Turismo também usou os números do faturamento dos jogos não regulamentados do estudo IJL/BNL para defender a legalização dos jogos no Brasil.

Lummerrtz comentou que o Brasil é um grande mercado, mas que falta um debate mais profundo sobre importantes tema como a legalização do jogo. Segundo o dirigente, apesar de sermos um país informal, somos conservadores.

WhatsApp chat