Vendedor de cartela de loteria ganha ação de R$ 75 milhões


15/07/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades


Um processo milionário e pra lá de inusitado espera por uma definição da Justiça do Trabalho de Alagoas.

Um ex-vendedor de cartelas do Poupa Ganha — loteria do tipo bingo, que fechou as portas em 2000 — ganhou uma ação contra os ex-donos da empresa.

Até aí, beleza. Só que, depois de idas e vindas no processo, foi estipulado um valor da indenização absolutamente espantoso: R$ 75 milhões.

O montante seria correspondente a valores devidos em contrato e danos morais. Os ex-donos do empreendimento não concordam com o desfecho do caso e tentam anular a decisão.

Se, por um lado, o ex-funcionário diz que mantinha vínculo empregatício com o Poupa Ganha e recebia R$ 45 mil por mês; de outro, os advogados da loteria alegam que o contrato social para a venda de cartelas foi fraudado pelo ex-funcionário e que esse salário não era compatível nem com um “campeão de vendas”. (Lauro Jardim – Globo Online)

WhatsApp chat
-->