Lotex será concessão e poderá ter edital em setembro e leilão em outubro


10/08/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Nesta segunda-feira (7), em entrevista em São Paulo, o presidente da Caixa Econômica Federal Gilberto Occhi, afirmou que o Ministério da Fazenda tem em mãos dois estudos que tratam do futuro da Loteria Instantânea Exclusiva – Lotex, braço da Caixa para loterias instantâneas: um prevendo a privatização e outro, a concessão.

“Se faz uma concessão ou privatização. Isso ainda está em uma pauta. Dois estudos estão feitos e a decisão está com o Ministério da Fazenda. Se uma concessão plena ou privatização”, declarou Occhi, sem citar prazos.

Lotex será concessão

A reportagem da Folha de São Paulo desta quarta-feira (9), sob o título ‘Novo plano de concessões mira investimento de longo prazo’, revela que a Loteria Instantânea Exclusiva – LOTEX será concessão e que a previsão do Programa de Parcerias de Investimentos – PPI é a divulgação do edital de concessão durante o mês de setembro e a realização do leilão no mês de outubro.   

Sem participação da Caixa

Em reunião realizada no final de julho, o presidente Michel Temer, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco estiveram reunidos e decidiram que o modelo seria concessão sem a participação da Caixa Econômica Federal. A decisão representou a quebra de forma plena de um ‘monopólio’ de 55 anos da Caixa na operação das loterias da União.

WhatsApp chat
-->