Legalização dos jogos: “mendigo sentado no banco de outro”


30/08/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O artigo do jornalista Ricki Chavez-Munoz veiculado no site Casino Compendium, sob o título ‘Brasil no debe jugar con los dados eternos’ destaca a inclusão da Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex) na lista dos projetos do Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que o Ministério da Fazenda pretende leiloar ainda este ano.

O jornalista faz uma analogia interessante sobre a capacidade da legalização dos jogos gerar recursos para o cofre do governo.

“Em termos dos benefícios do jogo, o Brasil parece ser aquele pobre mendigo sentado no banco de ouro. Porque é isso que representa a indústria de jogo regulada para o Brasil, um bem cheio de riqueza”, comenta Ricki Chavez-Munoz.

Ricki também sugere que a privatização da Lotex seja o primeiro passo para a legalização de outras modalidades.

“A privatização do Lotex deve ser o início do jogo regulamentado no Brasil. Não é mais possível ficar cego para a grande ‘floresta amazônica’ em nossa frente. A economia brasileira precisa urgentemente do setor de jogos.

WhatsApp chat