‘Caixa não vai abrir capital’, diz presidente do banco público


21/11/2017 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, afirmou em entrevista ao Estadão/Broadcast que a abertura de capital do banco não vai acontecer em nenhum governo. “A Caixa é o único banco federal 100% público que cumpre políticas públicas de governo” afirmou. Ele também manifestou contrariedade à transformação do banco em uma empresa S/A. O assunto, porém, está sendo discutido no Conselho de Administração da Caixa. Para ele, não há vantagem em alterar o estatuto da Caixa para que ela tenha característica de S/A. “Não entendi (a vantagem). A iniciativa não foi daqui”, disse. Na entrevista, ele rebateu avaliação de que a Caixa sofre interferência política.

Caixa operadora dos jogos de azar

Durante a entrevista, Gilberto Occhi voltou a defender que a Caixa seja a operadoras dos jogos de azar em caso de legalização deste setor pelo Congresso Nacional.

Sobre o projeto de legalização dos jogos, a Caixa tem alguma atuação?

Não li o projeto atual. Tinha tomado conhecimento do anterior. Estamos estudando aqui uma sugestão de inclusão no projeto, com a participação da Caixa como agente regulador, agente administrador do jogo. Estamos falando de bingo, cassino, jogos eletrônicos, sportingbet, jogo do bicho. Tudo isso estava no projeto original.

Não vi o atual. Mas queremos oferecer a Caixa para participar desse projeto, pela credibilidade, por ser a única instituição legalmente autorizada a explorar jogo no Brasil. Não temos intenção de participar do negócio, mas da organização, da concessão, do controle, da gestão dos pagamentos, porque ninguém vai sair de um cassino com uma mala com um milhão de reais.
Fonte: BNL Data

WhatsApp chat
-->