Marun tentou acabar com o sigilo dos ganhadores da loteria


07/01/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Os 17 apostadores que ganharam a bolada da Mega Sena da Virada já devem estar a essa altura fazendo as contas de como gastar tanto dinheiro. Mas uma coisa é certa: se quiserem não contar para ninguém, seja por motivo de segurança, ou até mesmo para evitar aqueles amigos e parentes distantes que podem querer pedir um pouquinho, o sigilo dos seus nomes está preservado.

Carlos Marun, antes de virar ministro da articulação política de Michel Temer, tentou acabar com a tranquilidade desse anonimato.

Apresentou projeto de lei para obrigar a publicação no Diário Oficial dos nomes dos ganhadores de prêmios maiores que dois mil salários mínimos na loteria federal.

Para o então deputado, o sigilo tem trazido “grande dúvida” quanto à lisura dos certames. Segundo ele, por se tratar de dinheiro público, o cidadão deve abrir mão desse direito ao comprar o bilhete, para que os princípios da transparência e publicidade sejam observados.

Por enquanto, o projeto não caminhou muito. Ainda não recebeu relatório em nenhuma das duas comissões temáticas para os quais foi distribuído.
Fonte: Globo

WhatsApp chat