FGTS pode garantir entrada para compra da casa própria


06/05/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Camareira de um hotel na capital paulista, Elisabete Ribeiro dos Santos, de 34 anos, chegou cedo ao Feirão CAIXA da Casa Própria em São Paulo (SP) para garantir logo o atendimento e não se atrasar para o trabalho. “Procuro um apartamento na Zona Leste, onde já moro e o meu filho Sandro, de 11 anos, estuda”, explica. “Quero usar os três anos de saldo do FGTS que tenho para dar de entrada e financiar o restante.”

O saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode deixar o sonho da casa própria mais próximo. Os recursos disponíveis nas contas vinculadas de quem tem mais de três anos de trabalho sob regime do fundo podem ser usados para a compra de imóveis em qualquer região do país, no valor de até R$ 950 mil nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal, e de até R$ 800 mil nos demais estados.

Também no Feirão CAIXA em São Paulo, Everton da Silva Almeida, de 31 anos, aproveitou o saldo de sua conta vinculada do FGTS para dar entrada em um apartamento em construção, com previsão de entrega em junho do ano que vem. Nesse meio tempo, Everton planeja dar um passo adiante no relacionamento de dez anos. “Se Deus quiser, até o final do ano sai o casamento”, diz. O endereço novo, em frente ao Shopping Tietê, foi escolhido com cuidado. “Era o nosso sonho morar lá, o lugar é perfeito”, conta.

Localização
A localização também pesou na escolha de Dircelene Silva Santos, de 42 anos. No Feirão CAIXA em Salvador, a auxiliar de serviços gerais negociava os últimos detalhes com a construtora para fechar a compra de um apartamento no bairro de Trobogy, na capital baiana. “A corretora que indicou. Fica perto da localidade que eu queria, mais próximo ao meu trabalho”, explica.

Dircelene mora com o marido, Edenilton Pereira dos Santos, em uma casa própria, no Vale das Pedrinhas, recebida como herança. “Não é longe, mas estou procurando um lugar mais calmo, com mais sossego.” O apartamento novo, de dois quartos, será entregue em nove meses. O casal uniu o saldo das contas vinculados do FGTS para dar entrada no imóvel de R$ 128 mil.

Área de lazer e piscina
A estudante universitária Laís Reis dos Anjos Falcão, de 28 anos, e o supervisor de vendas Lucas Laranjeira Santana, de 23 anos, também viram no FGTS uma forma de realizar o sonho da casa própria. “Temos um dinheiro guardado e vamos financiar o restante, mas, se não fosse o FGTS, ia demorar um pouquinho mais pra gente comprar a nossa casa”, conta Laís.

O casal mora com a filha, Liz, de três anos, na casa da mãe de Laís, no bairro de Pernambués, em Salvador. “O nosso objetivo sempre foi ter a nossa casa própria, o nosso canto”, explica a estudante. No Feirão CAIXA, o casal foi apresentado a diferentes empreendimentos e formas de pagamento.

O imóvel escolhido foi um apartamento de dois quartos em Lauro de Freitas (BA), na região metropolitana da capital baiana. “A gente tem uma filha pequena, e lá parece ser um ambiente agradável, tem área de lazer, piscina. Na casa da minha mãe a gente fica muito restrito. Vai ser bem melhor”, acredita.

Como consultar o saldo do FGTS
Para consultar o saldo da conta vinculada do FGTS, basta acessar o site da CAIXA, agente operador do fundo, e informar o Número de Identificação Social (NIS) e a senha. O trabalhador que ainda não tiver senha pode cadastrá-la na hora. Clientes da CAIXA podem consultar o extrato do FGTS pelo internet banking ou pelo aplicativo do banco.

Sabendo exatamente o quanto tem em cada uma de suas contas vinculadas, o trabalhador pode avaliar a melhor forma de utilizar os recursos e definir o perfil de imóvel que procura no Feirão CAIXA.

Para agilizar a operação, é importante que o visitante leve ao feirão documento de identidade, CPF, comprovantes de renda e residência, carteira de trabalho, extrato das contas vinculadas e Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física. A lista completa de documentos, com os casos excepcionais, está disponível no site da CAIXA.

Feirão CAIXA 2018
Depois deste fim de semana de abertura, o Feirão CAIXA 2018 será retomado em 18 de maio, nas cidades de Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Uberlândia (MG), Goiânia (GO) e São Luís (MA). No fim de semana seguinte, de 25 a 27 de maio, o feirão encerra a edição deste ano em Brasília (DF), Belém (PA), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Para solicitar crédito no Feirão CAIXA, o interessado deve levar o documento de identidade, o CPF e os comprovantes de renda e de residência atualizados. A aprovação do crédito é baseada nas informações do perfil do cliente, como renda, capacidade de pagamento e ausência de restrições cadastrais. Os interessados também podem obter informações em todas as agências da CAIXA, no site www.caixa.gov.br ou pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (0800 726 0101), disponível 24 horas por dia, inclusive nos fins de semana.

Fonte: CAIXA

WhatsApp chat