CAIXA lança “Cliente Verde”


25/08/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A CAIXA lançou uma nova modalidade de crédito para capital de giro com taxa de juros menor para empresas enquadradas na economia verde. O Crédito Especial CAIXA Empresa Cliente Verde oferece financiamentos de até 36 meses e taxa de juros com desconto de até 0,23% ao mês.

“Essa linha de crédito conversa diretamente com o planejamento estratégico da CAIXA, que é ser uma empresa rentável, eficiente e sustentável”, explica Marcelo Dusi, superintendente nacional de Produtos Corporativos. “O banco quer contribuir com a sustentabilidade, o meio ambiente e criar iniciativas para fomentar a economia verde”.

O público-alvo da ação são empresas com faturamento bruto anual a partir de R$ 7 milhões e cujo CNAE de atividade principal obedeça à classificação definida por um estudo realizado pela Febraban em parceria com a FGV, entre os setores da indústria, comércio, serviços, transportes e rural.

O desconto na taxa de juros varia conforme a avaliação de crédito do cliente e seu relacionamento com o banco. A CAIXA disponibiliza para este ano R$ 1,2 bilhão para a nova linha de crédito, que passou a integrar o portfólio de produtos nesta semana. 

A CAIXA considerou como Cliente Verde a empresa enquadrada em economia verde pelo estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), a pedido da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O estudo selecionou diversos ramos de atividades na indústria, no comércio e na prestação de serviços, conforme a lista.

Economia verde
A economia verde é definida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) como “uma economia que resulta em melhoria do bem-estar da humanidade e igualdade social, ao mesmo tempo em que reduz os riscos ambientais e a escassez ecológica”. Trata-se de processos produtivos que geram um desenvolvimento sustentável nos aspectos ambiental e social. A economia verde é dividida pelo PNUMA em três características principais: baixa emissão de carbono, eficiência no uso de recursos e busca pela inclusão social.

“O estudo selecionou vários ramos de atividades dentro dos grandes setores da economia”, disse o superintendente da CAIXA. “Na indústria, por exemplo, tem a fabricação que considere um processo de produção sustentável. No serviço, focando no bem-estar, como academias; ramo da saúde; turismo; artes, como produção de espetáculos; e ainda atividades de ensino; também os transportes rodoviário, coletivo, pluvial, escolar. No comércio, empresas que vendem artigos esportivos; livros e papelaria; brinquedos e bicicletas, por exemplo. No setor rural, os ramos específicos de produção florestal e de sementes e da piscicultura. Muitas empresas podem tomar esse crédito”, enumerou Marcelo Dusi.

Empresas com faturamento bruto anual superior a R$ 7 milhões interessadas em contratar o Crédito Especial CAIXA Empresa Cliente Verde podem procurar o gerente de qualquer uma das mais de 13 mil agências da CAIXA. Mais informações podem ser obtidas no site da CAIXA.
Fonte: CAIXA

WhatsApp chat
-->