Eleição de Jair Bolsonaro e a legalização dos jogos


30/10/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O presidente eleito Jair Bolsonaro é contrário a legalização dos jogos, mas em maio deste ano o então pré-candidato disse publicamente sobre a possibilidade de aprovação de legislação que autorize os jogos durante seu governo.

“Há a possibilidade, eu digo uma possibilidade, de levar para os Estados decidirem. Este assunto ainda está muito incipiente. Eu particularmente a princípio sou contra, no primeiro momento. Mas pode ser conversado. Mas vamos ver qual a melhor saída para esta questão. Logicamente, tem que ter uma regra, algum balizamento para acompanhar isso aí [jogos]. Não adianta deixar abrir caça-níquel por exemplo. O elemento vai na padaria ao invés levar pão para casa ele joga o dinheiro ali no caça-níquel. É uma questão que não está madura ainda, num primeiro momento eu sou contrário e pessoas chegaram para mim falando que deveria jogar para cada estado decidir a questão dos cassinos. Inclusive, nos Estado Unidos os cassinos em grande parte são explorados pelos índios. Estou pensando em a mesma coisa no Brasil não no tocante aos cassinos, mas no tocante a exploração das riquezas da Amazônia”, respondeu Bolsonaro.

Na última quarta-feira (24), Bolsonaro desmentiu a notícia do Correio Braziliense, que legalizaria o cassino no país e disse que a atividade seria usada para lavar dinheiro e destruir às famílias.

“Essa é nova, que eu vou legalizar os cassinos no Brasil! Eu vou legalizar os cassinos no Brasil! Dá para acreditar numa mentira desta! Nós sabemos que os cassinos, aqui no Brasil se tivesse, seria uma grande lavanderia, serviria para lavar dinheiro. E também para destruir as famílias, que muita gente ia se entregar ao jogo e o caos se faria presente no seio das famílias aqui no Brasil”, comentou Bolsonaro.

Mas em dezembro do ano de 2010, quando a Câmara dos Deputados votou a Subemenda Aglutinativa ao Projeto de Lei 2944/04 – Projeto dos Bingos, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) votou contra a proposta.
Fonte: BNL Data

WhatsApp chat