Vencedor ainda não retirou prêmio de quase R$ 6 bilhões da Mega Millions nos EUA


17/11/2018 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O dono do único bilhete vencedor do prêmio de US$ 1,537 bilhão (cerca de R$ 5,8 bilhões) da Mega Millions ainda não apareceu para receber sua fortuna nos Estados Unidos, quase três semanas após o sorteio.

O prazo para reclamar o dinheiro é de 180 dias, e será encerrado em 21 de abril. O prêmio chegou a esse valor porque ficou acumulado desde 24 de julho até 23 de outubro. Os números sorteados nesse dia foram 5, 28, 62, 65 e 70, com uma Mega Ball 5.
Tudo o que que se sabe sobre o vencedor é que o bilhete foi vendido em uma loja de conveniência em um posto de gasolina em Simpsonville, na Carolina do Sul.
O estado permite que os ganhadores mantenham o anonimato após uma investigação para confirmar sua identidade, de acordo com o chefe de operações do escritório de loterias, Tony Cooper.
Existem duas maneiras de receber o prêmio: o vencedor pode optar por receber o valor total em parcelas anuais durante mais de três décadas ou receber de uma só vez uma quantia de US$ 887,8 milhões (cerca de R$ 3,35 bilhões).
Caso o prêmio não seja reclamado, cada estado participante da loteria recebe de volta o dinheiro que arrecadou.
O prêmio acumulado da Mega Millions quebrou seu próprio recorde, que até então era de US$ 656 milhões pago em março de 2012, embora não tenha atingido o US$ 1,6 bilhão previsto – ficou em US$ 1.537 bilhão. Ele também chegou próximo do prêmio de US$ 1,586 de outra loteria, a Powerball, que foi pago em janeiro de 2016.
O dinheiro do prêmio da Mega Millions é arrecadado a partir da venda de bilhetes em 44 estados norte-americanos, no distrito de Columbia e nas Ilhas Virgens.
As chances de acertar todos os números são de uma em 302,6 milhões. As chances de transformar um bilhete Mega Millions de 2 dólares em um vencedor de qualquer tipo, incluindo um prêmio de 2 dólares, são de uma em 24.
Fonte: G1 Mundo

WhatsApp chat