EUA vão movimentar R$ 31,9 bilhões em apostas esportivas até 2030, diz pesquisa


17/08/2019 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



As apostas esportivas estão no seu auge com o avanço das tecnologias e a nova Regulamentação de Proteção de Dados. Nos Estados Unidos (EUA) um relatório produzido através de uma pesquisa conjunta da iGaming Business com a ICE Sports Betting USA, previu que até 2030 os EUA vão movimentar mais de US$ 8 bilhões (R$ 31,9 bilhões, na cotação de agosto) em receitas de apostas.

Recentemente o país reformulou a Lei de Proteção do Esportista Profissional e Amador (conhecida como PASPA), cunhada em 1992. Depois de implementar as novas regulamentações, o país viu o mercado de apostas crescer como nunca e hoje ocupa a quinta posição entre os maiores do mundo.

Antes da mudança, que ocorreu em maio de 2018, muitos apostadores recorriam a casas de apostas ilegais. Isso fazia com que boa parte da renda circulasse fora da economia do país. Estima-se que mais de US$ 9 bilhões tenham circulado em mercados ilegais de apostas por falta de fiscalização.

Porém os dados indicam que o mercado dobrou de tamanho no último ano e que em 2024 poderá ser maior que outros mais bem estabelecidos, como o italiano e o inglês. A pesquisa prevê, no entanto, que o mercado ilegal não vai simplesmente desaparecer.

Os números recolhidos pela iGaming Business e pela ICE Sports Betting USA revelam que os jogos por baixo da mesa ainda podem levar uma década para se dissiparem. O problema, afirmam as empresas, é que o mercado regulamentado surgiu na sombra do mercado ilegal e a troca de um para o outro será feita a longo prazo.

Estados americanos podem legalizar apostas esportivas em estádios

Desde 2018 todos os Estados dos Estados Unidos têm plena autonomia para decidirem se vão liberar as apostas esportivas em estádios. Isso poderá permitir maior investimento de empresas estrangeiras e mesmo de empresas nacionais nos clubes das grandes ligas esportivas do país.

O impacto desse tipo de jogo é enorme. No momento em que a Suprema Corte dos Estados Unidos deu a cada Estado autonomia quanto às apostas esportivas únicas nos estádios, as ações de diversos cassinos subiram exponencialmente.

Isso é apenas um passo dos muitos que podem ser dados nos próximos anos em relação às apostas esportivas. Não se pode esquecer também que tudo que acontece no mercado financeiro estadunidense afeta diretamente o restante no mundo.

Nesse sentido, pode ser interessante para a economia mundial se os Estados Unidos se abrirem cada vez mais aos “milagres econômicos” causados pelas apostas em esportes.

Influência de mercados na Europa pode auxiliar os Estados Unidos

A Europa está muito à frente da América em termos de aposta esportiva. Em grande parte dos principais países europeus esse tipo de jogo já é legalizado há muitos anos.

O grande mercado do velho continente é o Reino Unido, sendo seguido por Itália, França e Espanha. As faturações provenientes das apostas esportivas nesses países crescem ano após ano, representando uma injeção financeira de grande importância nos cofres públicos.

Apesar da dificuldade em realizar uma transição da ilegalidade para a legalidade, é possível que o sucesso desse tipo de jogo na Europa possa facilitar todo esse processo.
Fonte: GazetaWeb 

WhatsApp chat
-->