Celebridades marcam presença no “Desafio das Estrelas” do BSOP Millions 2019


29/11/2019 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Durante a abertura oficial do BSOP Millions 2019 – principal evento da modalidade na América Latina que está sendo realizado em São Paulo com premiação esperada de R$ 25 milhões – o tradicional “Desafio das Estrelas” reuniu personalidade de diversas áreas.

Entre os convidados do BSOP e da CBTH, estavam o humorista Carioca, o ator Marcius Melhem, o ex-BBB Diego Alemão, a atriz Cláudia Rodrigues, o lutador do UFC Johnnie Walker, o apresentador e empreendedor Tallis Gomes, os cantores Marcos & Bellutti, além dos campeões olímpicos Maurren Maggi (atletismo) e Rodrigão (vôlei), entre outros. O campeão mundial de poker, André Akkari, foi o anfitrião do evento.

Melhem – que esteve em Lima na conquista do Flamengo pela Libertadores – jogou com a camisa do time e acabou faturando o título do torneio. Completaram o pódio, o youtuber Cauê Moura, na segunda posição, e o músico Hugo Pena, em terceiro.

O presidente da Confederação Brasileira de Pôquer, Ueltom Lima, falou sobre o aumento da popularidade do esporte durante o Desafio das Estrelas no BSOP Millions. “O pôquer é um dos esportes que mais cresce no Brasil – depois do futebol e UFC – graças ao excelente desempenho dos brasileiros pelos torneios ao redor do mundo e também pela presença constante de celebridades nas mesas. Isso, com certeza, ajuda a difundir ainda mais o esporte”, afirmou ele.

Além da festa, outro ponto que chamou a atenção foi a presença da atriz Cláudia Rodrigues, que recentemente foi diagnosticada com Esclerose Múltipla (EM), doença autoimune e sem cura, que afeta principalmente mulheres de 20 a 40 anos.

Desde o diagnóstico, a atriz luta contra os sintomas da doença, passando por altos e baixos e chegando a fazer um transplante de células-tronco em 2015. Hoje, aos 49 anos, em uma cadeira de rodas, ela mantém o sorriso e o bom humor de sempre e tem no pôquer um aliado na batalha.

“É muito bacana jogar porque eu estou aqui também fazendo uma reabilitação cognitiva por conta da esclerose. É muito bacana você ficar vendo os naipes, pensando nas sequências, pensando ‘o que esse cara vai apostar?’, olha na cara da pessoa. Tem gente que é muito esperta nisso, eu fico aqui e rio mais, mas acho que sei jogar. Sei alguma coisinha, ganhei duas vezes aqui que ninguém acreditou (risos)”, disse ela em entrevista ao Super Poker.
Fonte: BNL Data

WhatsApp chat