Petrópolis tem a primeira lotérica do país com tradução para surdos


26/12/2019 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A Loteria Joãozinho, mantendo a tradição de ser pioneira, desde quinta-feira (dia 19), é a primeira lotérica do país a oferecer o serviço de tradução simultânea em Língua Brasileira de Sinais (Libras) aos seus clientes surdos, numa parceria com a  ICOM, central de libras da Associação Amigos Metroviários dos Excepcionais. “Este é um sonho que se torna realidade. Há muito tempo queria oferecer este serviço, mas sempre encontrei apenas avatares e acredito que o relacionamento humano é a melhor forma. Por isso, pesquisei durante algum tempo até encontrar o serviço ICOM e estou satisfeita”, afirmou Fátima Guimarães Sorsonas, proprietária da Lotérica.

Para ela, ser a primeira lotérica a ter o serviço de Libras para os surdos é uma vitória, mas seu desejo é que estimule outras unidades para que possam instalar em suas lojas o serviço simultâneo de Libras. Segundo o Censo, são aproximadamente 15 mil surdos e deficientes auditivos na cidade. “É importante destacar que o serviço instalado é para todas as pessoas com deficiência auditiva, pois além da conversa em libras, a conversa também é por texto para ajudar a todos”, afirmou a proprietária da casa lotérica.

A inauguração do sistema aconteceu na tarde de quinta-feira, no auditório da Câmara de Diretores Lojistas (CDL), com a presença de várias personalidades da cidade e representantes da Caixa Econômica Federal (CEF) que estavam satisfeitos com o serviço oferecido. O Instituto Alliance também participou com o Coral de Surdos e Cegos. Os clientes surdos e com alguma deficiência auditiva da Loteria Joãozinho, além dos jogos, vão agora poder fazer qualquer tipo de transação bancária com auxílio do sistema ICOM.
Termine de ler na FOnte: BNL Data

WhatsApp chat
-->