Campeonato Catarinense terá plataforma própria de “palpites”


14/01/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



Enquanto o mercado de apostas esportivas não passa por regulamentação no Brasil, empresas, clubes e entidades têm conseguido soluções com plataformas diferentes. A última novidade surgiu em Santa Catarina, com um site oficial do Campeonato Estadual para que os torcedores possam dar palpites e ganhar prêmios.

Chamado de “Palpitão”, a nova ferramenta trará a possibilidade de torcedores darem palpites sobre os jogos do Campeonato Catarinense de forma gratuita. Quem optar pela versão paga da plataforma entrará na disputa por prêmios, como camisa oficial de time e pagamento de até R$ 5 mil.

O “Palpitão” foi criado pela Associação de Clubes de Futebol Profissional de Catarina (SCClubes), com a aprovação da Federação de Futebol do Estado. “(A plataforma) valoriza a competição e ainda vai levar entretenimento ao torcedor catarinense”, exaltou o presidente da entidade, Rubens Angelotti.

Em nota, o site reforça que a iniciativa foi aprovada pela Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria (Secap), do Ministério da Economia. A plataforma é comparada ao “Cartola”, ‘fantasy game’ da Globo para o Campeonato Brasileiro; o produto da emissora também tem modalidade paga e prêmios em dinheiro.

Desde o fim de 2018, quando o governo federal tirou os sites de apostas da ilegalidade, o futebol brasileiro tem recebido diversos aportes de marcas do segmento. Na temporada de 2019, mais da metade das equipes da Série A mantinha pelo menos um acordo com empresas do ramo.

Apesar de não falar abertamente, a iniciativa do Campeonato Catarinense deixa uma estrutura pronta para a regularização das apostas. Quando isso acontecer, o torneio não terá um patrocínio de uma empresa, mas uma plataforma própria para o negócio.

Entre os clubes, a novidade já deve render. Com o “Palpitão”, ficou acordado que 38% da receita oriunda das assinaturas pagas ficarão com as equipes. Agora, a federação e a associação dos times lutam para popularizar a iniciativa: foi fechado publicidade da plataforma em uma rede de rádios.
Fonte: Máquina do Esporte

WhatsApp chat
-->