Casas de apostas se destacam e NFL bate US$ 1.5 bilhão de patrocínio


03/02/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A noite de domingo (2) foi marcada pelo badalado Super Bowl LIV, que culminou com o título do Kansas City Chiefs sobre o San Francisco 49ers. Agora, chegou o momento de fazer um balanço dos últimos meses na NFL.
De acordo co um levantamento da empresa de consultoria IEG, a liga e suas 32 franquias embolsaram US$ 1.47 bilhão em receita de patrocínio durante a temporada 2019/20, um incremento de quase 6% se comparado ao ano anterior (US$ 1.39 bilhão). No período, foram firmados 350 novos aportes, que somaram aos 1.5 mil contratos existentes. A Oakley, varejista de moda H&M e o fornecedor de serviços financeiros Rocket Mortgage estão entre as estreantes.
Entre os setores da indústria, destaque para as apostas esportivas, com as empresas tirando proveito da flexibilização das lei sobre jogos de azar nos EUA. No total, cassinos, apostas on-line, loterias e fantasy foram responsáveis por 21 novos contratos. Na NFL, patrocínios do tipo foram liberados em agosto de 2018, com a liga fechando com a Caesars Entertainment no início de 2019, seguida por um acordo semelhante no Canadá com a Gateways Casinos. Entre as equipes, a FanDuel se destacou ao firmar diversas parcerias, incluindo Carolina Panthers, Indianapolis Colts, New York Jets, Pittsburgh Steelers e Tennessee Titans.
Seguros, vestuário, vinho, tecnologia, serviços de investimento, varejo e construção foram outras categorias do mercado que se destacaram.
“Os recém-chegados interessantes que tentam patrocinar a NFL como plataforma de marketing incluem empresas de alimentos, criptomoeda e substitutos de carne. As categorias de jogos de azar, varejo, tecnologia e vinho estão se expandindo por meio de parcerias importantes com a liga e equipes”, disse Peter Laatz, diretor geral do IEG.
Para a próxima temporada, a empresa acredita que dois novos acordos de naming rights terão um impacto significativo no estudo. O Social Finance pagará US$ 30 milhões por ano para colocar seu nome na nova casa do Los Angeles Rams e Chargers pelos próximos 20 anos, enquanto a companhia aérea Allegiant assumirá o estádio do Las Vegas Raiders por US $ 25 milhões anuais.
Fonte:
MKT Esportivo

WhatsApp chat
-->