Premier League não irá vetar patrocínios de casas de apostas


07/02/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A Premier League anunciou que seguirá permitindo que os clubes decidam se vão ter o patrocínio de casas de apostas em suas camisas. Em sua primeira entrevista como CEO da liga inglesa, Richard Masters, afirmou que a entidade não terá patrocínio de apostas, mas que não poderá impedir os times de tê-los.

“A Premier League não tem parcerias com empresas de apostas, não vendemos tais direitos, mas cabe aos nossos clubes se eles querem ter seus próprios relacionamentos de jogos e cassinos. Todos eles fazem, e vários deles estão no espaço máster da camisa”, disse Masters.

Recentemente, o MKTEsportivo adiantou que ministros do Reino Unido estudavam a revisão do Gambling Act 2005, que aplica-se principalmente à Inglaterra, País de Gales e Escócia, e foi projetado para controlar todas as formas de jogo. Trata-se de uma lei do Parlamento do Reino Unido destinada a controlar todas as formas de jogo, incluindo apostas. Na Inglaterra, acredita-se que a revisão da legislação poderia impor fortes restrições aos clubes de serem patrocinadas por marcas de apostas e cassinos.

O relacionamento entre organizações esportivas e a indústria de jogos de azar tem sido um importante tópico de conversa nos últimos anos, com um aumento cada vez maior na quantidade de clubes de futebol que têm operadores de apostas como seus principais parceiros. Por este motivo, há uma forte preocupação com a saúde pública no vício em jogo.

“Eu acho que essa área precisa de uma governança mais forte, principalmente para proteger os vulneráveis. Não acho que a resposta seja a de que os clubes de futebol não devam ter camisas patrocinadas por empresas de apostas, mas certamente cooperaremos com a revisão”, finalizou o executivo.

Hoje, empresas do setor estão presentes nos uniformes de West Ham, Norwich City, Newcastle United, Swansea City, Derby County e Stoke City.
Fonte: MKT Esportivo

WhatsApp chat
-->