8 milhões podem começar a receber auxílio emergencial na próxima semana


12/05/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 deve ser pago na próxima semana. Muitas pessoas ainda não conseguiram receber a primeira parcela do benefício. De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, a análise de 17 milhões de pedidos será terminada na próxima semana. Saiba como fazer o recadastramento do auxílio emergencial.
De acordo com o ministro, espera-se que 6 a 8 milhões possam receber o auxílio. Segundo a Dataprev, responsável por checar informações do trabalhador, o processo dos requerimentos apresentados de 23 a 30 de abril deve ser finalizado no próximo domingo (10). Entenda como funciona o processo de análise.
A solicitação do auxílio emergencial pode ser acompanhada no site ou no aplicativo, tanto para quem se cadastrou pelas plataformas como para quem já é inscrito no CadÚnico e no Bolsa Família. O acompanhamento só está sendo realizado pela internet e as agências bancárias não oferecem o serviço.

Onyx afirmou que todos que foram aprovados para receber o dinheiro receberão as três parcelas.
Mães adolescentes e pais solteiros receberão auxílio
As mães menores de idade e os pais chefes de família monoparentais devem entrar para o grupo de brasileiros aptos a receber o auxílio emergencial de R$ 600. O ministro Onyx disse à comissão mista do Congresso Nacional destinada a acompanhar as medidas de enfrentamento da covid-19 que a pasta emitiu um parecer favorável ao Palácio do Planalto nesse sentido.

A expectativa, segundo Onyx, é de que o presidente Jair Bolsonaro sancione “o mais rápido possível” a proposta aprovada pelo Congresso, sem vetos, que concede o benefício a esses dois grupos.

Calendário da segunda parcela do auxílio deve sair nesta sexta
O calendário de pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal deverá ser divulgado até esta sexta-feira (8). O pagamento deverá ser feito a partir da próxima semana, mas segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, deverá ocorrer em datas espaçadas, para evitar as grandes filas e aglomerações nas agências do banco, vistas na semana do saque em espécie da primeira parcela.
Fonte: Net10

WhatsApp chat
-->