Venda de loterias aumentaram em março na China. Veja a comparação com o Brasil


17/05/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



As vendas de loterias na China (China Welfare Lottery) aumentaram em março, após a reabertura dos varejistas após a crise do Coronavírus. Os operadores de loteria de Pequim reabriram esta semana após um longo período de fechamento de 105 dias, tornando a última região na China a retomar as operações.

Segundo dados divulgados pelo Ministério das Finanças da China, as vendas da loteria chegaram a RMB 10,5 bilhões (US$ 1,5 bilhão) em março.

Isso representa um declínio de 70% em relação ao ano anterior, mas um forte aumento em relação a fevereiro, com receitas de apenas RMB1 milhão.

As vendas totais no primeiro trimestre de 2020 caíram 64,5%, para RMB37,7 bilhões, com as vendas de loterias esportivas (RMB19,65b -65,7%) mantendo sua liderança sobre a loteria assistencialista (RMB18,05b, -63,2%), apesar do cancelamento em massa de grandes eventos esportivos.

Embora os primeiros relatórios indiquem que, desde que a retomada das operações nas vendas de Pequim tem sido lenta, os varejistas esperam que o reinício da temporada da Bundesliga na Alemanha, neste final de semana, ajude a levar os clientes das loterias esportivas de volta às lojas.

As vendas da loteria na China vinham sofrendo um declínio desde janeiro, quando o bloqueio começou no país.

O China’s Welfare e a loteria esportiva da China são as únicas formas legais de jogo no país.
Fonte: Focus Gaming News

WhatsApp chat
-->