Em vídeo Guedes defendeu liberação dos jogos de azar para incrementar turismo no Brasil


22/05/2020 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu a liberação dos jogos de azar no país durante a reunião ministerial do dia 22 de abril, que teve o conteúdo liberado nesta sexta-feira (22) por determinação do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O tema foi introduzido pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que citou a ideia da liberação de cassinos em resorts durante a reunião ministerial.

“Aí eu falo também pra ministra Damares, que eu sei que é urna pauta muito sensível também a ela, que é a questão, presidente, é … porque o ministério do Turismo agora tem que ter um planejamento, um plano de atração de investimentos, que é o que gera emprego, renda, é o que ajuda, obviamente, a economia do Brasil. E pra isso, presidente, eu acredito que o momento propício nesse planejamento da retomada, discutir os resorts integrados. Não é legalização de jogos, não é bingo, não é caça-níquel, não é … são resorts integrados. Obviamente, presidente, uma pauta que precisa de ser construída a – Damares tá olhando com cara feia pra mim – uma pauta que precisa de ser construída com as bancadas da Câmara, tanto a evangélica, quanto a católica, mostrando ou desmistificando vários mitos que giram em torno disso. Não sei se o ministro Paulo Guedes, é … concorda. Nós temos a possibilidade de atrair pelo menos US$ 40 bilhões de dólares pro Brasil só de outorgas, de investimentos imediatos com essa pauta”, disse Marcelo. (veja o vídeo no G1)

Ele recebeu uma resposta da ministra Damares Alves (Mulher, Família de Direitos Humanos), que é ligada a movimentos evangélicos contrários aos jogos de azar: “pacto com o diabo!”.

“Não. Não é bem isso não, né? Vou ter que começar a desmistificar pra Damares aqui. Tô… tô vendo isso” disse Marcelo ao ouvir a fala da ministra.

“(Eu) num (sic) tô dizendo que a gente tem que colocar isso como um projeto de … de governo, obviamente, mas abrir esse debate em torno dos resorts integrados”, completou o ministro do Turismo, que ouviu de Walter Braga Netto uma promessa de reunião para tratar sobre o tema.

— Vamos conversar — intervém o ministro da Casa Civil, Braga Netto.

O vice-presidente Hamilton Mourão brinca em um trecho que não é possível identificar a primeira palavra, mas segue com “Damares pra jogar uma roleta”, seguindo de risos.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, entrou na discussão posteriormente em defesa dos resorts. O chefe da área econômica citou exemplos de países que ganham com turismo por causa dos cassinos, como Cingapura, e pediu para Damares entender a possibilidade de liberação desse tipo de negócio no país.
Fonte: O Globo 

WhatsApp chat
-->