CAIXA apresenta ações para pessoas com Síndrome de Down em visita da primeira-dama


24/03/2021 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A CAIXA recebeu nesta quarta-feira (24/03), em Brasília, a visita da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, que veio conhecer de perto as medidas que a CAIXA tem adotado para promover a inclusão de pessoas com Síndrome de Down. Ela foi recebida pelo presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, e empregados como a Thaís de Andrade, mãe da Clarissa, de 5 anos, que nasceu com a síndrome.

“Tenho acompanhado os desafios das pessoas com Síndrome de Down no nosso Brasil, especialmente no que se refere à busca por mais autonomia. Fico muito feliz ao ver jovens com Down conquistando mais espaços no mercado de trabalho”, disse a primeira-dama. “Parabenizo a CAIXA por ser o banco da inclusão, especialmente pelas oportunidades de estágio que serão oferecidas”, finalizou Michelle Bolsonaro.

Medidas
No último ano, pelo programa CAIXA Mais Brasil, a CAIXA visitou mais de 50 instituições que atuam com o atendimento médico, assistencial e educacional a crianças, jovens e adultos com Síndrome de Down. Além disso, habilitou instituições de todo o país para a doação de mais de 64 mil itens de mobiliário e lançou novas condições na linha de crédito CAIXA Hospitais, que visa beneficiar 1,6 mil instituições que concentram 189 mil leitos, sendo 23 mil de UTI.

A CAIXA tem ainda o Programa de Assistência à Infância (PAI) para todos os empregados que tenham filhos até seis anos. Em casos de autonomia reduzida permanente, o benefício pode ser prorrogado para até 21 anos, conforme regras vigentes.

Além disso, o Saúde CAIXA possui coberturas especiais para pessoas com Síndrome de Down, como psicopedagogia, escola especializada e orientação e acolhimento à família.

Como banco da inclusão, a CAIXA abriu, até o dia 15 de abril, uma seleção nacional de estagiários com 10% das vagas destinadas a Pessoas com Deficiência (PcD) e vai contratar jovens com Down para atuar nas unidades da CAIXA Cultural.

A CAIXA também firmou parceria com a Marinha do Brasil para incentivar o desenvolvimento de 100 atletas paralímpicos.
Fonte: CAIXA

f