Taxa de ocupação hoteleira em Macau foi de 55,3% em março


28/04/2021 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



A taxa de ocupação média hoteleira em Macau em março foi de 55,3%, mais 32,1% que no mês homólogo de 2020, informou hoje a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

No último mês, os hotéis e pensões do território hospedaram 622.000 indivíduos, “registrando-se um aumento de 160,2%, em termos anuais”, indicou a DSEC.

A subida deve-se “principalmente ao crescimento do número de turistas”, apontou a DSEC.

Recorde-se que, há um ano, Macau foi dos primeiros territórios a ser atingido pelo novo coronavírus, o que motivou então fortes restrições fronteiriças e levou mesmo em fevereiro ao encerramento de casinos.

Após o reinício, em 23 de setembro último, da emissão dos vistos individuais e de grupo da China continental para o território, suspensos desde o início da pandemia de covid-19, o número de visitantes tem subido gradualmente, ainda que de forma lenta e muito abaixo da média de cerca de três milhões de visitantes registrada por mês em 2019.

Em março deste ano, nos 36 mil quartos do território de 30 quilômetros quadrados, a esmagadora maioria de hóspedes vieram da China continental (539.000).

No primeiro trimestre de 2021, a taxa de ocupação média dos quartos de hóspedes dos hotéis e pensões foi de 44,9%, mais 3,6 pontos percentuais que no mesmo trimestre do ano passado.

Macau foi dos primeiros territórios a ser atingido pela pandemia, mas contabilizou apenas 49 casos, sem registrar qualquer morte ou surto local.

Em 2019, quase 40 milhões de pessoas visitaram Macau, único local na China onde o jogo em casino é legal.
Fonte: Sapo.PT

WhatsApp chat