777 Partners compra o Standard Liège, da Bélgica


11/03/2022 Facebook Twitter LinkedIn Google+ Novidades



O 777 Partners, que no Brasil está envolvido na compra da SAF do Vasco da Gama, chegou a um acordo para adquirir o Standard Liège, um dos principais clubes de futebol da Bélgica.

A empresa americana está comprando as ações junto ao proprietário do time, Bruno Venanzi, que possui 99.7% de participação e está no comando do clube há sete anos.

“O 777 Partners tem o prazer de aceitar este novo desafio para ajudar nosso clube a continuar seu desenvolvimento e recuperar sua antiga glória”, destacou o Liège, em comunicado. O anúncio oficial será feito em uma coletiva de imprensa em abril.

Criada em 2015 e com sede em Miami, a empresa tem como sócios fundadores Steven Pasko e Josh Wander. O grupo gere ativos de mais de US$ 3 bilhões, com participação em cerca de 50 empresas.

No futebol, ela comprou o Genoa, da Itália, e também adquiriu partes dos direitos do Sevilla, da Espanha. O 777 ainda tem participação sobre a 1190 Sports, responsável por comercializar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro e do Paulistão para o estrangeiro.

Na Espanha, o grupo possui apenas 12% das ações do Sevilla. Em dezembro, apresentou plano de abrir o capital do clube como forma de garantir o controle da equipe. A ideia era que a empresa pudesse modernizar a estratégia de marketing do time e melhorar as negociações de transferência de jogadores. Outro plano era modernizar o estádio Sánchez Pizjuán, como forma de arrecadar mais. Porém, não funcionou e a 777 Partners permanece com participação minoritária na agremiação.

O 777 Partners possui propriedade no London Lions, equipe de basquete inglesa, na própria Liga Britânica de Basquete. Além disso, possui empresas de gestão de carreiras de atletas, de marketing esportivo e de transmissão de campeonatos, sendo uma delas, inclusive, voltada para o futebol feminino.

Como se sabe, os executivos do 777 tem como objetivo adquirir mais clubes de futebol pelo mundo. Um modelo muito parecido ao aplicado pelo City Football Group, dono de Manchester City, Atlético Torque, New York City FC, o Melbourne City, Yokohama Marinos, Girona, Mumbai City, Guayaquil City, Bolívar, Sichuan Jiuniu, Lommel SK e o Estac Troyes.
Fonte: MKT Esportivo

f